Sistema Único de Saúde completa 30 anos e é tema de palestra

Médico especialista em saúde coletiva, Gastão Wagner, falou sobre problemas e novas perspectivas para o SUS.

A importância do Sistema Único de Saúde (SUS) que nos últimos 30 anos já atendeu mais de 100 milhões de brasileiros e o protagonismo da Enfermagem em seu funcionamento, foram abordados em palestra ministrada no 21º CBCENF pelo médico, professor e ex-presidente da Associação Brasileira de Saúde, Dr. Gastão Wagner, no dia 29 de novembro.
Segundo ele, o apoio dos profissionais da saúde para evitar o desmonte do Sistema é imprescindível. Ele defende que o SUS deve ser uma política pública para a nação, independente dos governantes. “O SUS é resiliente e a sua assistência concreta é nossa força. A esperança somos nós que defendemos a cidadania, a democracia e o direito universal à saúde”, finalizou. Hoje, 75% dos brasileiros utilizam exclusivamente o SUS e 50% dos usuários utilizam regularmente a atenção primária, que há 18 anos abrangia apenas 4% da população.
Gastão comentou ainda, sobre as vitórias conseguidas por meio do Sistema Único na atenção primária e em determinadas áreas, como o tratamento do diabetes e do câncer de mama, e reforçou a necessidade de continuarmos nos espelhando em outros sistemas públicos e universais de saúde para fortalecer o atendimento multiprofissional, a promoção e prevenção à saúde, autocuidado, redes e atendimento contínuo.

Outras notícias